quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Quem conhece as normas e padrões para o projeto de um datacenter ?

Quem conhece as normas e padrões para o projeto de um datacenter ? 

No dia a dia do mercado, o mais comum é ouvir de nossos clientes que eles querem certificar seu datacenter no padrão Tier.
Mas qual a importância desta certificação ? O que diz a normativa e as diretrizes do Up time Institut ? Quais são as demais normas e padrões disponíveis para orientar um bom projeto de datacenter. 

Aqui no Brasil, temos como referência, na maioria dos projetos as diretrizes do Up Time Institut e da Norma TIA 942–A de 2014. Mas existem outros padrões que falam de como projetar e construir um datacenter segundo as boas praticas do mercado que também tem suas métricas e classificações, mas todas muito próximas do padrão do UTI que foi o grande precursor deste modelo. 

Vamos citar os principais modelos para que o leitor posso conhecer estes padrões e ir buscar mais informações a respeito quando necessitar. Up time Institut – Conjunto de normativas e regras baseadas na perfomance (disponibilidade e resiliência) do DC com foco em projeto, construção comissionamento e operação. 

Bastante simples no conjunto mas bem rigorosa na analise de disponibilidade de sistemas que compõem a infra estrutura do DC. Nasceu como uma agregação do mercado no meio dos anos 90 e vem evoluindo junto com o mercado e a tecnologia. Hoje a base para o designer é a TUI 3026E, mas tem ditado boas praticas de como montar, operar e manter um DC de alta disponibilidade. 

Das boas praticas do UTI foram nascendo as principais normativas atualmente em uso, que o mercado também passou a seguir. Ao passo que o UTI criou os conceitos, as normas vieram para ajudar o mercado a seguir boas praticas e são bem detalhadas e focadas com algumas particularidades de quem as escreveu (Link para maiores informações - https://uptimeinstitute.com ANSI TIA 942-A 2014)

Esta norma nasceu como norma em 2005 e atualmente encontra-se na versão revisada de 2014, é muito orientada a cabeamento e a infra estrutura de telecomunicações e aponta e detalha a infra estrutura para abrigar os ativos de TI com diversos níveis de disponibilidade, sempre baseados nos padrões criados pelo UTI.

Desde 2013 não usa o termos TIER mas sim uma classificação própria similar em níveis entre 1 a 4. 

Tem sido junto com o UTI a base para a construção e gestão de DC no Brasil. Link para maiores informações: http://www.tiaonline.org/tia-942-new-2012-edition-now-available-0 ANSI / BICSI 002-2014 Normativa e guia de boas práticas para o projeto e implementação de DC. 

Este guia cobre e foca em planejamento, projeto, construção, comissionamento, manutenção e gestão de DC cobrindo infra estrutura e suas utilidades para um funcionamento seguro de Datacenters. É organizado como um guia, bem organizado e interessante para o uso. 

Não tem sido muito utilizado como referência nos projetos no Brasil. Também classifica com níveis entre 1 e 4 (similar ao UTI) como níveis de disponibilidade do DC. 

Também certifica sites e profissionais do mercado atestando a capacidade de profissionais e instalações. O link para maiores informações é: https://www.bicsi.org/book_details.aspx?Book=BICSI-002-CM-14-v5&d=0 EN 50600: Norma Internacional para projeto de DC: Composta por um conjunto de normas, divididas por especialidades, que orientam os projetos de Datacenters. Baseia-se nos padrões do UTI e nas demais normas citadas anteriormente, e também classifica os DC em níveis de 1 a 4 conforme sua disponibilidade e confiabilidade. 

Todas as normas citadas são focadas na técnica sem entrar nas demais normas relativas e qualidade, meio ambiente, contábeis e fiscais e demais normas regulatórias que não abordamos neste texto. A norma EN 50600 é dividida em partes, sendo estas listada abaixo: EN 50600 – 1 : Conceitos gerais de DC; EN 50600 – 2-1 : Construção da Edificação; EN 50600 – 2-2 :Sistemas Elétricos (Energia); EN 50600 – 2-3 :Controle do ambiente (incluindo refrigeração, lay out, eficiência energética, etc); EN 50600 – 2-4 – Telecomunicações e cabeamento; EN 50600 – 2-5 – Sistemas de Segurança; EN 50600 – 2-6 – Gestão e operação e sistemas de informação; Mais detalhes podem ser encontrados no link: http://www.cis-cert.com/Pages/com/System-Zertifizierung/Data-Centers/Certification/European-Standard-EN-50600.aspx Também no link: http://www.en-standard.eu/csn-en-50600. 

Conclusão: Podemos concluir que a base de normatização como concito nasceu dos padrões desenvolvidos pelo UTI nos anos 90 e atualmente temos um bom conjunto de normas que podem ajudar no correto planejamento, projeto, construção, comissionamento, chegando a operação e gestão. Façam bom uso destas informações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os seis erros mais comuns em projetos de pequenos e médios datacenters.

Prezados. Foi publicado na versão digital da revista RTI deste mês, um artigo mostrando os 6 erros mais comuns na construção de datacenter...